Casas d’Avenida

Com um programa de habitação unifamiliar para os lotes em questão, a proposta resulta numa construção principal de habitação em banda e anexos a tardoz, respeitando os alinhamentos dos edifícios confinantes.

 

A leitura é de um conjunto composto por seis habitações unifamiliares contíguas nos lotes que o requerente possui, resultando numa imagem de três blocos justapostos, que acompanham a pendente da Avenida D. Manuel II, onde os materiais nobres que revestem as habitações transmitem um ar moderno, resultando numa intervenção harmoniosa e que por sua vez valoriza a urbanização e a envolvente.

 

Apesar da volumetria idêntica às construções vizinhas, a proposta prima pela singularidade dos seus elementos arquitectónicos: a cobertura plana, prolonga a horizontalidade do edifício; os vãos de dimensões relevantes no alçado principal e posterior compõem a relação entre cheio-vazio dos vãos e panos de parede; e as palas e pérgulas conferem uma imagem distinta ao volume.

 

Exteriormente vamos ter leitura de dois materiais de revestimento – reboco castanho e cinzento escuro, para o volume da habitação e para elementos de pérgulas e palas, respectivamente, e perfis tubulares metálicos à cor castanha, revestindo pontualmente os alçados e dando-lhes uma leitura vertical, contrapondo com toda a horizontalidade da proposta.

 

Já no interior temos espaços amplos com iluminação natural, em que programaticamente se desenvolve a parte social no piso de rés-do-chão, com entrada, garagem, instalação sanitária de serviço, cozinha e sala (estes dois, com acesso ao pátio exterior e ao espaço de lavandaria a tardoz da construção) e no piso superior, organizam-se os 4 quartos com instalações sanitárias privadas e varandas, e um espaço de escritório.

Função

Habitação

Localização

Maia, Portugal

Dono de obra

InSpace, Lda

Data de início da obra

2020

Category
Habitação Unifamiliar